Seguidores


FINAL DE TRIMESTRE - SÉTIMO ANO - UMA DELÍCIA DE TARDE.

8





RECEITA PARA SER UM BOM ALUNO

Ingredientes
03 copos de atitude
02 xícaras de atenção
01 colher de responsabilidade
01 colher de personalidade
02 colheres de educação

Modo de Preparo
Bata a atitude, respeito, atenção, personalidade e a responsabilidade, tudo em casa. Coloque duas colheres de educação e leve à escola. E está pronto o bom aluno!



Ingredientes

03 copos de interesse
01 xícara de inteligência
03 copos de educação
02 xícaras de atenção
03 xícaras de bom comportamento



Modo de Preparo
Junte a inteligência e a educação até que se forme um bom aluno. Acrescente o interesse e a atenção. Ao final junte tudo e misture ao bom comportamento. Depois é só estudar muito!




Ingredientes

03 copos de inteligência
01 copos de atenção
04 colheres de educação
01 xícara de gentileza



Modo de Preparo
Em uma sala de aula misture inteligência, educação, atenção e gentileza e será um bom aluno.




Receita para ser um bom amigo


Custo: baixo
Nível de dificuldade: fácil
Tempo de preparação: 30 minutos

Ingredientes

Para a massa:
700g de confiança
700g de compreensão
700g de sinceridade
300g de carinho

Para o recheio:
500g de alegria
500g de boa disposição
600g de felicidade
650g de divertimento

Preparação


Numa taça junte a confiança, a compreensão, a sinceridade e o carinho e bata até obter um massa cremosa.
 Coloque noutra taça a alegria, a boa disposição, a felicidade e o divertimento cortado aos pedaços.
Depois, acrescente o recheio na massa e leve ao forno durante 15 minutos. Se quiser pode polvilhar com um pouco de açúcar.
Agora sim, está pronto para ser servido!!!


Texto instrucional - Trabalhos dos sétimos anos .

2
TEXTOS INSTRUCIONAIS OU PRESCRITIVOS 
Turmas 7a e 7b


FUNÇÃO
O texto instrucional ou prescritivo tem a função de ensinar a fazer algo ou apenas a usar algum equipamento ou produto.

CARACTERÍSTICAS

O texto instrucional apresenta duas partes distintas: uma contém a lista dos elementos a serem utilizados; a outra desenvolve as instruções (modo de fazer), como, por exemplo, receitas de culinária.
As listas são semelhantes, em sua construção, às que usamos habitualmente para fazer compras. Apresentam substantivos acompanhados de numerais.
As instruções são iniciadas com verbos no modo imperativo (misture, junte, acrescente, etc.) ou por construções com verbos no modo infinitivo (misturar, juntar, acrescentar, etc.)
Os verbos aparecem acompanhados por advérbios ou locuções adverbiais que expressam o modo como devem ser realizadas determinadas ações (lentamente, rapidamente, devagar, vagarosamente, etc.)
As ações aparecem estruturadas, visando a um objetivo (mexa lentamente para diluir o conteúdo do pacote em água fria), ou com valor temporal final (bata o creme com as claras até que adquira uma consistência espessa).
Nesse tipo de texto, aparece com frequência o uso de palavras, como aqui, agora, neste momento, etc.


LINGUAGEM
É um texto que exige muita precisão, pois qualquer troca ou falta de um dos materiais ou ingredientes causa problemas na execução da tarefa.
Apresenta uma organização lógica. Essa ordem pode obedecer:
* a uma sequência cronológica ( um passo só pode ser feito depois de outro);
* a um agrupamento de atividades comuns;
* ao critério do nível de dificuldade (primeiro as operações mais simples, depois as mais complicadas).
Os textos instrucionais apresentam uma ordem e uma estrutura que se repete. Levam em conta os aspectos visuais para facilitar a compreensão. Nesse sentido, é preciso:
* colocar títulos e subtítulos;
* separar uma instrução da outra;
* inserir, preferencialmente, ilustrações que auxiliem no esclarecimento das instruções.

EXEMPLOS

São inúmeros os exemplos de textos instrucionais ou prescritivos:
receitas culinárias;
receitas médicas (prescrições médicas);
bula de medicamento;
manual de instrução de aparelhos e veículos;
regras de jogos;
dicas de comportamento;
etiquetas e rótulos de produtos;
(...)

Fonte de pesquisas na net.


O valor de um grupo.

3



OLÁ QUERIDAS! 


CHEGANDO PARA TRAZER MEU CALOR AO GRUPO E DEIXAR CLARO QUE NÃO PODEMOS DEIXAR NOSSA PARCERIA MORRER. DURANTE TRÊS ANOS DEDIQUEI MEU TEMPO PARA AJUDAR MUITAS BLOGUEIRAS A FAZEREM SEUS BLOGS DECOLAREM E AGORA SOU EU QUEM PRECISA DE AJUDA. ESTOU PASSANDO POR PROBLEMAS PESSOAIS E JAMAIS ME PERDOAREI SE NOSSO GRUPO SE APAGAR!!! 

ESPERO PODER CONTAR COM CADA UMA DE VOCÊS PARA MANTER NOSSO GRUPO E PARCERIA EM ANDAMENTO. FAÇAM PARTE * HOJE MAIS DO QUE SEMPRE FIZERAM * DESSA PARCERIA QUE É SÓ CALOR E LUZ! 

NÃO DEIXEM A CHAMA "BU" SE APAGAR, POR FAVOR!!!

TEXTO PARA REFLEXÃO:

O valor de um grupo

Um homem, que assiduamente comparecia às reuniões de um grupo de amigos, sem comunicar a ninguém, deixou de participar de suas atividades.
Após algumas semanas, o líder daquele grupo decidiu visitá-lo. Era uma noite muito fria. O líder encontrou o homem em casa sozinho, sentado diante da lareira, onde ardia um fogo brilhante e acolhedor.
Adivinhando a razão da visita, o homem deu as boas-vindas ao líder, conduziu-o a uma grande cadeira perto da lareira e ficou quieto, esperando. O líder acomodou-se confortavelmente no local indicado, mas não disse nada. No silêncio sério que se formara, apenas contemplava a dança das chamas em torno das achas de lenha, que ardiam.
Ao cabo de alguns minutos, o líder examinou as brasas que se formaram e cuidadosamente selecionou uma delas, a mais incandescente de todas, empurrando-a para o lado.
Voltou então a sentar-se, permanecendo silencioso e imóvel. O anfitrião prestava atenção a tudo, fascinado e quieto.
Aos poucos a chama da brasa solitária diminuía, até que houve um brilho momentâneo e seu fogo apagou-se de vez. Em pouco tempo, o que antes era uma festa de calor e luz agora não passava de um negro, frio e morto pedaço de carvão, recoberto de uma espessa camada de fuligem acinzentada.
Nenhuma palavra tinha sido dita desde o protocolar cumprimento inicial entre os dois amigos.
O líder, antes de se preparar para sair, manipulou novamente o carvão frio e inútil, colocando-o de volta no meio do fogo. Quase que imediatamente ele tornou a incandescer, alimentado pela luz e calor dos carvões ardentes em torno dele.
Quando o líder alcançou a porta para partir, seu anfitrião disse:
- obrigado por sua visita e pelo belíssimo sermão. Estou voltando ao convívio do grupo. Deus te abençoe!





Só desperta paixão de aprender, quem tem paixão de ensinar. Paulo Freire

12

Estamos amando trabalhar com POESIA!

Iniciei com as definições de poesia, estrofe, verso e rima 
e  meus alunos fizeram muitas  rimas que foram expostas em  mural para que todas as turmas possam prestigiar. 

Para trabalhar as rimas utilizamos o Dicionário de Rimas da Língua Portuguesa. http://rimas.mmacedo.net/ 

Foram tantas produções -além das que estão no mural - que criamos um livro. Rimar é um vício!!







Esta semana meus alunos estão preparando um varal com as poesias de Mario Quintana. O trabalho está ficando maravilhoso! A proposta foi  ler várias poesias e escolher as que mais gostaram para reproduzir e pendurar no varal.



SORTEIO ESPECIAL - MÊS DAS MÃES

0


Olá amigas!
Hoje trago para vocês um sorteio especial!
 Parceria 
 Art & Scraps
e
Cynha Santos

É Presente em dobro. Você vai ficar de fora?
Para participar é muito simples!

FELIZ DIA DAS MÃES!
BEIJOCAS COM AFETO!

O que é Letramento? Kate M. Chong

5

Letramento não é um gancho
em que se pendura cada som enunciado,
não é treinamento repetitivo
de uma habilidade,
nem um martelo
quebrando blocos de gramática.
Letramento é diversão é
leitura à luz de vela, ou lá fora,
à luz do sol.
São notícias sobre o presidente,
o tempo, os artistas da TV
e mesmo Mônica e Cebolinha
nos jornais de domingo.
É uma receita de biscoito,
uma lista de compras, recados colados na geladeira,
um bilhete de amor,
telegramas de parabéns e cartas de velhos amigos.
É viajar para países desconhecidos,
sem deixar sua cama,
é rir e chorar
com personagens heróis e grandes amigos.
É um atlas do mundo, sinais de trânsito, caças ao tesouro,
manuais, instruções, guias e orientações em bulas de remédios,
para que você não fique perdido.
Letramento é, sobretudo, um mapa do coração do homem,
um mapa de quem você é, e de tudo que você pode ser.

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.